RESENHA – O REI LEÃO

Última atualização: 17:58

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

O futuro da animação é agora, estamos falando foto realismo, não, REI LEÃO não é uma Live Action, mas um trabalho de foto realismo, impecável, sem absolutamente nada a acrescentar, tecnicamente falando, o longa é minunciosamente perfeito e realista.

Não vou comparar com o original, pois se for seguir os parâmetros, há quem diga que é tão igual quanto, eu nunca havia assistido por conta de nunca ter sido um apreciador de desenhos em longa metragem, animações ou obras do gênero, apesar de conhecer a história original.

O novo filme de Jon Favreau junto a Disney é, também, um divisor de águas no mundo de cgi, animação, foto realismo, etc, mesmo que pro público tenha sido vendido como um live-action sem humanos, O Rei Leão dá uma aula de exuberância visual impressionante, diante de tantos animais recriados nos mínimos detalhes, impressiona tanto, a ponto de nos fazer desacreditar que tudo é fictício.

Timão e Pumba são a parte clean e divertida do filme, trazendo a leveza na medida para a trajetória do pequeno Simba, diante de toda história densa de traição do seu tio Scar e toda legião de hienas, dando o ar de obscuridade, principalmente nas cenas dos duelos em grupos e individuais, todos os personagens tem seu momento de brilho, nada passa em branco, todos os pequenos detalhes são bem explorados, principalmente a imagem incrível e muito bem explorada da icônica Árvore da Vida, simplesmente lúdica.

A musicalidade é simplesmente fantástica, da melhor qualidade, as vozes que dão vida aos animais, no original, cairam como uma luva.

A fotografia criada, a ambientação, os trejeitos, as expressões de cada animal, tudo encaixa perfeitamente.

O REI LEÃO é o mais sério candidato a mudar a história do cinema nesse segmento, candidato a recorde de bilheterias pelo mundo e arrisco dizer que sério candidato também a levar algumas estatuetas também.

É um filme que atinge 4 gerações, e todas elas se emocionarão ao ver a obra, principalmente a mensagem na qual ela mostra, é Disney sendo Disney, com maestria e total qualidade, esse filme foi a surpresa mais positiva que tive até hoje, e não dava pra esperar menos.

Uma super indicação pra assistirem tanto legendado, quanto dublado, principalmente para aqueles que são fanáticos desde a fita vhs verde.

Borba Martini – Critico de Cinema & Teatro


Expediente - Quem Somos - Nossa Marca - Política de Privacidade - Colabore - Publicidade - Fale Conosco - Widget - Doodles
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×