Bloco Casa Comigo 2019 vai celebrar o amor dos paulistanos pelo Carnaval

Última atualização: 15:37

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Com Fernanda Paes Leme como madrinha e shows de grandes nomes da música brasileira, um dos maiores blocos do Carnaval de rua de São Paulo promete fazer a maior declaração de amor e folia à terra da garoa

São Paulo casou com o Carnaval, e essa união foi muito além da quarta-feira de cinzas. Maior e mais animada a cada ano, a folia paulistana se organizou e passou a atrair públicos de outros lugares do Brasil. Fundado por um grupo de amigos em 2013, na Vila Beatriz, o Bloco Casa Comigo é um dos grandes protagonistas dessa retomada do Carnaval de São Paulo. Com o tema “São Paulo ? Carnaval“, a inspiração deste ano foi reavivar os sentimentos que motivaram a criação do bloco: o amor pela cidade de São Paulo e pelo Carnaval.

Depois de celebrar o amor como resposta para todo discurso de ódio no Carnaval 2018 com o tema “Hater, eu te amo” e um público estimado de 750 mil pessoas, o Bloco Casa Comigocelebra a união de São Paulo com o Carnaval de rua. “O nome Casa Comigo é uma brincadeira com vários fundos de verdade: é a gente enquanto bloco pedindo a cidade em casamento, é o casamento da folia com o amor, e também é um pedido de amor entre as pessoas, entre os foliões. E tudo bem se durar uma vida, ou se acabar na quarta-feira. Depois de sete anos, é lindo ver como a cidade se transformou, como se entregou de vez para essa paixão que é a folia. Então, esse ano vamos para a avenida celebrar essa união e esse amor de São Paulo pelo Carnaval”, ressalta Raul Cilento, vocalista e fundador do bloco.

“O Carnaval é a união dos diferentes, é um momento em que todo mundo é mais igual. E é dessa união que a gente fala. Um célebre paulistano e que amava Carnaval, Oswald de Andrade, escreveu que só a antropofagia nos une. Podemos dizer também que só o carnaval nos une na nossa identidade nacional. E Casa Comigo é o mais poderoso pedido de união”, complementa Raphael Guedes, produtor cultural e também um dos fundadores do bloco.

A terra da garoa folia virou terra da folia

Para fazer essa celebração à altura do amor e da grandeza da cidade, os fundadores do bloco Raphael Guedes, Raul Cilento, Fernanda Toth e Marcel Mangione convidaram um grande ícone de São Paulo para participar da composição e gravação da música-tema deste ano, os Demônios da Garoa. O grupo ainda se apresentará no desfile do bloco, que conta também com a presença da cantora Mariana Aydar, que participará pelo segundo ano consecutivo.

Este ano, pela primeira vez, o Casa Comigo terá oficialmente uma madrinha de bateria. A convidada especial para estrear o título é a atriz e apresentadora Fernanda Paes Leme, que já marcou presença em outros desfiles do bloco. A concentração acontecerá às 11h, no número 432 da Avenida Faria Lima.

Desfile do Bloco Casa Comigo

Data: 23 de fevereiro de 2019

Concentração: 11h

Local: Av. Faria Lima, 432

Letra da música Carnaval em SP:

Pátio do Colégio, Anhangabaú
Mooca, Ibirapuera e Brás
Hoje a Paulicéia se retrata,
No Largo da Batata

Isso é São Paulo, que felicidade
Nossa terra da garoa
Nossa homenagem, Casa Comigo
e Demônios da Garoa.

No carnaval eu troco a noite pelo dia

A terra da garoa virou terra da folia

Por você,

Eu largo da batata

Eu largo da gravata

Eu bebo purpurina

De bloco em bloco

Eu vou cruzando a cidade

No modo avião

Xoxonoiê, I love You

Quais quais quais quais

O trem das 11 apitou eu vou atrás

Êêêêê existe amor e Carnaval em SP

SOBRE O BLOCO CASA COMIGO

Bloco Casa Comigo foi fundado em 2013 por amigos de outros carnavais, músicos, designers, produtores culturais e publicitários, com a proposta de fazer uma folia genuína, aberta e democrática. A gente compôs uma marchinha e foi para a rua no carnaval de 2013, sem cordas nem abadás, distribuindo amor e propondo uma nova relação dos cidadãos com o espaço público. O nome é uma brincadeira com vários fundos de verdade: é a gente enquanto bloco pedindo a cidade em casamento, é o casamento da folia com o amor, e também é um pedido de amor entre as pessoas, entre os foliões. “Era um momento em que o paulistano estava indo para as ruas, requisitando o espaço público da cidade que um dia lhe foi tomado. Nós, e todos os foliões que fizeram explodir o Carnaval paulistano, pedimos São Paulo em casamento, e mudamos a relação dos cidadãos com a cidade”, explica Raphael Guedes, produtor cultural e um dos fundadores do bloco. Mas, como em tudo no Carnaval, a gente fala sério brincando e brinca falando sério.

O casamento deu certo, o número de convidados cresceu ano após ano. Em 2018, o bloco arrastou um público estimado de 750 mil pessoas para a Av. Faria Lima, local oficial de suas apresentações de Carnaval. Milhares de noivinhas, noivos, padres, freiras, amantes e foliões de todos os tipos foram curtir a bateria do Casa Comigo, que está sob a responsabilidade de Klemen Gioz e Rodrigo Melo, que já foram mestres de bateria da Mocidade Alegre. São cerca de 60 ritmistas tocando marchinhas própria (são 10 composições), sambas, Jorge Ben, Jackson do Pandeiro, Steve Wonder, forró, Tim Maia, muito Caetano e até indie rock.

BLOCO CASA COMIGO

contato@blococasacomigo.com

facebook: BlocoCasaComigo

instagram: @blococasacomigo

spotify: http://open.spotify.com/artist/28YHM1DOOJIWBvPpXzRkp6

youtube: http://www.youtube.com/watch?v=ztgdSvD33Hs

Marchinha-Hino do Bloco Casa Comigo

Desde que vi seu umbigo, amor

Casa comigo, amor, casa comigo

Nunca quis ser seu amigo, amor

Casa Comigo, amor, casa comigo

Chamei o padre, também a freira

Se der problema acabou na quarta-feira

Eu tenho o dote, você o anel

E é nesse carnaval a nossa lua de mel


Expediente - Quem Somos - Nossa Marca - Política de Privacidade - Colabore - Publicidade - Fale Conosco - Widget
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×